Uma planta perene como abelia (Abelia) é representada como um arbusto. Pertence à família Linnaeaceae. Na natureza, a abelia pode ser encontrada no México e no sudeste da Ásia. O gênero foi batizado em homenagem ao médico Clark Abel, que é inglês e trabalhou na China no século XIX.

Este arbusto com flores tem folhagem verde escura. Essas folhas brilhantes são opostas e têm pecíolos curtos. Flores perfumadas, em forma de funil ou sino, estão localizadas nos pedúnculos apicais e axilares. As flores de formato oblongo consistem em pétalas, cujas bordas são ligeiramente dobradas. Eles são de cor rosa claro ou branco. Nos pequenos frutos coriáceos de formato curvo ou oblongo, existe uma semente.

Esta flor é frequentemente cultivada em estufas ou usada para decorar quartos espaçosos.

Cuidando de Abelia em casa

Iluminação

Esta planta precisa de muita luz, mas precisa de um bom sombreamento dos raios solares diretos.

Regime de temperatura

Na primavera e no verão, Abelia se desenvolve em temperatura ambiente normal. No inverno, deve ser colocado em uma sala fria (dentro de 10-15 graus). Com uma queda acentuada na temperatura, a folhagem pode cair.

Esta planta não gosta de correntes de ar, portanto, é recomendável transferi-la para outra sala ao ventilar uma sala ou protegê-la das correntes de ar frio.

Umidade

É possível umedecer uma planta com um pulverizador apenas em dias quentes de verão e não exagerar, pois ela pode apodrecer facilmente. No inverno, nenhuma umidade é necessária.

Como regar

Na primavera e no verão, a planta precisa de muita rega. Com o início do período de outono, rega menos, e no inverno a rega deve ser escassa, mas ao mesmo tempo, certifique-se de que a massa de terra não seque completamente.

Top curativo

Uma vez a cada 2 semanas, você precisa alimentar a planta com fertilizante líquido para flores e apenas no período de primavera-verão. No outono-inverno, a alimentação é interrompida.

Poda

Quando cultivado em interior, este arbusto requer uma poda bastante forte para garantir o perfilhamento da planta. Realiza-se no final da floração. Se a Abelia cresce em campo aberto, você não precisa cortá-la. De vez em quando, é necessário remover apenas galhos danificados, secos e mal localizados. As sebes de espécies perenes são podadas no final da floração. E as espécies decíduas são podadas em fevereiro ou março.

Transplante abelia

O transplante é realizado conforme necessário na primavera. Para fazer isso, faça uma boca de terra, misturando húmus, turfa e solo de turfa, bem como areia na proporção de 2: 2: 2: 1. A acidez da terra deve ser aproximadamente igual a pH 5,5-6.

Reprodução de abelia

Abelia se propaga por meio de estacas, sementes ou rebentos de raízes.

As sementes são semeadas em janeiro. As mudas crescem rapidamente e a floração das plantas jovens pode ocorrer no mesmo ano.

Os brotos e as estacas que permanecem após a poda podem ser propagados na primavera. Para o enraizamento rápido das estacas, recomenda-se o uso de solos leves como turfa, areia ou perlita. Eles são colocados no calor (20-25 graus). As mudas rapidamente se transformam em arbustos exuberantes e começam a florescer no mesmo verão.

A cada ano, brotos de raízes são formados e absolutamente qualquer broto pode se tornar um arbusto separado.

Pragas e doenças

Freqüentemente, os pulgões se instalam em abelia, causando danos significativos à planta. As secreções de açúcar se formam na superfície das folhas e, em seguida, o preto se desenvolve nelas. E tripes e ácaros também podem se instalar neste arbusto.

Abelia é um arbusto da família do lírio

Tipos de abelia com fotos e nomes

Abelia grandiflora (Abelia x grandiflora)

Este arbusto híbrido é semi-perene (dependente da umidade e temperatura). Quando cultivada em casa, a Abelia desta espécie mais comum tem brotos longos, finos e caídos. Vale ressaltar que enquanto a planta é jovem, seus brotos apresentam uma tonalidade rosa claro. Folhas pequenas e opostas, de formato oblongo, apontadas para cima. Essas folhas brilhantes são coloridas de verde escuro. As flores axilares perfumadas e razoavelmente grandes têm cinco pétalas, acretas. As flores recolhidas na inflorescência do pincel são pintadas de branco. A floração é muito longa e abundante.

As variedades mais populares:

  1. Francis Mason é um arbusto não muito alto com folhas douradas.
  2. Edward Goucher - tem folhas vermelho-púrpura, chegando a 2 centímetros de comprimento.

Abelia chinesa (Abelia chinensis)

Este arbusto semi-perene bastante alto (até 2 m) tem muitos brotos caídos e muito graciosos. Suas folhas verde-escuras têm formato ovalado. E suas flores em forma de sino são pintadas de branco com pequenos traços vermelhos.

Abelia Floribunda

Este arbusto perene tem caules púberes de um vermelho claro, bem como folhas verdes escuras brilhantes que são largas o suficiente. Bastante longas (até 4 centímetros), as flores perfumadas de cor rosa brilhante têm a forma de funil. Esta abelia começa a florescer em maio ou junho. A floração dura vários meses consecutivos.

Abelia shumannii

Este delicado arbusto é caduco. Suas folhas ovais são coloridas de verde escuro. Suas flores são rosa lilás e a floração vai de junho a setembro.

Abelia triflora (Abelia triflora)

Este arbusto decíduo e bastante resiliente às vezes é do tamanho de uma pequena árvore. Suas folhas lanceoladas são coloridas de verde escuro. A floração começa em junho. As flores são de cor rosa pálido.

Minhas flores: abelia, russelia e mais


Jacobinia (justiça)

Jacobinia ou Justitia é uma planta com flores de interior da família Acanthus. A flor mais comum nos trópicos da América Latina. Existem cerca de 50 espécies do gênero. É uma planta perene perene que pode crescer até o tamanho de um pequeno arbusto de 1,5 m de altura.

Basicamente, a flor cresce em seu ambiente natural. Em casa, apenas três tipos de Jacobinia são cultivados: Fields, vermelho vivo e vermelho-carne. Deve-se notar que todas as espécies são notavelmente bonitas, mas por alguma razão inexplicável, essas três espécies se tornaram as mais populares entre os produtores de flores.

Jacobinia é uma daquelas plantas domésticas que tem conquistado a atenção dos amadores, tanto com flores como com folhas caducas. Ela é igualmente bonita com flores e durante sua ausência. E se levarmos em conta que Jacobínia não é caprichosa e não requer cuidados especiais, então você pode sem hesitar acrescentá-la à lista das plantas com as quais um jovem florista deve começar.

Aliás, um detalhe interessante - Jacobinia é quase impossível de se comprar em uma floricultura. Mas na feira certamente haverá mais de uma espécie dessa planta. Você também pode recorrer a pessoas que cultivam flores em estufas.


Descrição

Em casa, essas árvores crescem até 30 metros de altura. O seu aroma extraordinário, a lembrar mel, enche o ar durante a época de floração. A exuberante copa do jacarandá é formada por folhas semelhantes a samambaias. Duas vezes por ano, os locais onde o jacarandá cresce são envoltos em uma névoa azul. As pessoas ao redor ficam fascinadas com a floração do jacarandá.

A casca da árvore varia do vermelho ao chocolate com tonalidade roxa. A madeira é usada para fazer instrumentos musicais e móveis.

Com um visual tão original, o jacarandá recebeu vários outros nomes: samambaia, violeta ou roseira.

Na Rússia, esta planta não cresce na natureza. Em casa, uma beleza exótica é cultivada em quartos amplos e espaçosos e apenas algumas espécies, além disso, apenas plantas jovens.

Flores brancas, roxas, azuis ou lilases, 30 ou mais, em inflorescências de panícula. O comprimento das folhas chega a 40-50 cm.

Após a floração, aparecem as vagens dos frutos, também organizados em cachos. Os frutos contêm sementes de peixe-leão.


Como criar um microclima ideal para uma flor

Como um nativo dos trópicos, beloperone adora muita umidade e calor. Mas em casa é muito difícil recriar a atmosfera familiar a uma flor. No entanto, ele se adaptou com sucesso às condições dos apartamentos modernos.

Tabela: condições ideais para o cultivo de beloperona

Fator Recomendações
Localização Ao lado de uma janela voltada para leste ou oeste. É necessário ventilar regularmente o ambiente, protegendo a flor das correntes de ar frio. Não é recomendável trocar o lugar por uma flor uma vez escolhida no apartamento. No verão, é útil levar o vaso para uma varanda aberta ou jardim, protegendo a planta do vento e da chuva.
Iluminação Beloperone não tem nada contra a luz solar direta, mas apenas de manhã ou à noite. A planta deve ser protegida do sol do meio-dia. A melhor opção seria luz natural brilhante. No inverno e com tempo nublado, a fim de estender as horas do dia, você precisará de iluminação fluorescente ou fitolâmpadas especiais. Caso contrário, a floração não será tão abundante, as brácteas ficarão pálidas.
Temperatura Durante a estação de crescimento ativa - 22-28 ° C. De meados do outono ao final do inverno - 12–16 ° C. Caso contrário, a planta pode perder todas ou a maioria das folhas. Beloperone não suportará "clima frio" abaixo de 7 ° C.
Umidade do ar Quanto mais alto, melhor. O indicador ideal é 80% ou mais. O beloperone costuma ser borrifado com água morna (35–40 ° C) macia ou esfregado nas folhas com uma esponja úmida. No calor - 2-3 vezes ao dia, em condições normais - todos os dias ou em dias alternados. Turfa úmida, argila expandida e musgo esfagno são colocados na panela do pote. É útil criar uma "empresa" de outras fábricas para o beloperone ou comprar um aparelho especial que umidifique o ar.

Beloperone adora ar puro, portanto, se o clima permitir, no verão a planta pode ser levada ao ar livre ou em uma varanda aberta.

Para estimular o crescimento dos brotos e o desenvolvimento dos botões florais do beloperone, a planta é colocada no banheiro, onde o vapor foi previamente liberado e regado do chuveiro por 10-15 minutos. A pressão da água não deve ser muito forte. Em seguida, a flor é deixada no banheiro por mais uma hora, fechando bem a porta.


Tipos de plectrantus

Arbusto Plectranthus (Plectranthus fruticosus) - Essa espécie é chamada de árvore molar por sua capacidade de repelir mariposas com seu aroma único de óleo essencial, que é sentido mesmo com um leve toque da planta. Parece um grande arbusto com folhas em forma de coração de vários tons de verde, de cor monocromática.

Plectrantus de feltro (Plectranthus hadiensis var.tomentosus) - cresce bem tanto na natureza como em ambientes fechados. Sua altura na natureza é muito maior do que a de uma planta de casa. A Plectrantus, independentemente de como é cultivada, prefere uma iluminação forte. As características distintivas desta espécie são brotos caídos com folhas púberes, que cheiram agradavelmente a menta, e um pequeno crescimento de planta.

Plectranthus oertendahlii - é considerada uma das espécies mais bonitas. Suas folhas de cor incomum com bordas esculpidas e aroma de cânfora tornam a planta uma favorita entre outras variedades de interior. Por um lado, têm uma tonalidade verde rica e, por outro, são rosa púrpura. Toda a superfície das folhas é aveludada com finas nervuras de tom claro.

Plectranthus coleoides - difere entre outras espécies nas folhas maiores com uma borda creme ou branca ao longo da borda e caules eretos.


Assista o vídeo: ANDRA - Abelia DJ YAANG RADIO RMX


Artigo Anterior

DRYADE A 8 PETALES - Semeando, plantando, mantendo -

Próximo Artigo

Videira de xícara e pires em crescimento - Informações e cuidados com a videira de xícara e pires