Por que as pontas das folhas do spathiphyllum secam e ficam pretas?


Spathiphyllum ou "Felicidade das Mulheres" é uma planta de interior elegante e muito bonita, muito popular entre os cultivadores de flores. Chama a atenção com suas flores exóticas e pode decorar qualquer ambiente. É muito fácil cuidar de uma planta, mas ainda assim às vezes existem algumas dificuldades e problemas ao cultivá-la. Spathiphyllum perde suas qualidades decorativas devido ao ressecamento ou escurecimento das pontas das folhas. Sabendo os motivos dessas mudanças na aparência da flor, você pode lidar com esse problema.

As mudanças negativas que começam a ocorrer com a planta de casa e seu desenvolvimento estão, na maioria das vezes, associadas a condições inadequadas de moradia. Spathiphyllum é uma planta tropical, seu aspecto irá necessariamente reagir negativamente se houver excesso ou falta de umidade, umidade do ar ou iluminação. A presença das qualidades decorativas da planta depende diretamente dos devidos cuidados.

Para o pleno crescimento e desenvolvimento do spathiphyllum, é necessário criar condições confortáveis. As doenças, cujos sinais são folhas secas ou enegrecidas, podem ocorrer por vários motivos. É muito importante perceber a tempo o aparecimento da doença e tomar todas as medidas necessárias para salvar a planta de casa, e para isso é preciso conhecer as características do espatifilo e as condições de sua origem natural.

Uma flor tropical precisa de uma rega oportuna e correta, bem como de um nível adequado de umidade do ar (aproximadamente 70%). A planta manterá sua atratividade em casa apenas com rega moderada e regular e pulverização da parte da folha. Recomenda-se secar o excesso de umidade com um pano fino ou toalha de papel. Um excesso de umidade no solo não deve ser permitido, pois isso levará ao apodrecimento do sistema radicular e à morte de toda a planta.

Por que as folhas de spathiphyllum escurecem

Ar seco ou baixa umidade

Spathiphyllum tolera o ar interno seco de forma muito dolorosa. As pontas das folhas começam a secar nessas condições e gradualmente mudam de cor para escuras. A aparência da planta dá um sinal de que a umidade urgente é necessária na forma de pulverização de um pulverizador. Uma planta tropical em condições internas requer um ambiente moderadamente úmido. É importante levar em consideração nesses "procedimentos com água" a temperatura do ar na sala. Em condições frias, a pulverização excessiva pode levar à morte da raiz da planta.

Falta de fertilizantes e nutrientes no solo

As pontas enegrecidas das folhas do spathiphyllum podem indicar falta de nutrição e alimentação. A qualidade e a quantidade necessárias de fertilizantes ajudarão a resolver este problema. No período de março a setembro, a planta de casa é alimentada três a quatro vezes por mês, e nos meses restantes (e principalmente durante o período de dormência) uma vez a cada trinta dias será o suficiente. O curativo de cobertura deve conter todos os nutrientes necessários para a floração das plantas de interior.

Excesso de oferta de fertilizantes

Um grande número de curativos e sua aplicação frequente no solo, assim como uma superabundância de certos nutrientes só trará um resultado negativo. Quando aparecem pontas secas nas folhas, a frequência de fertilização deve ser reduzida e a composição do fertilizante revisada. O excesso de substâncias minerais, por exemplo, uma planta de casa, prejudica e estraga seus indicadores externos. Como medida de economia, é necessário livrar a flor com urgência de todas as folhas danificadas e suspender temporariamente a alimentação. A flor interna irá se recuperar gradualmente.

Qualidade e volumes da água de irrigação durante a irrigação

A água para irrigação do espatifilo deve ser usada apenas em temperatura ambiente e deve ser decantada. Não só o estado das folhas depende da maciez da água, mas também o pleno desenvolvimento de toda a flor no interior.

Os volumes de água de irrigação também são importantes. O excesso de água leva à estagnação do solo e à decomposição das raízes. A próxima rega da planta é recomendada somente após a camada superior do solo estar completamente seca. Após 1,5-2 horas após regar a planta, é necessário drenar o excesso de água da bandeja de flores.

Falta ou superabundância de luz solar e a escolha do local de cultivo

Um efeito desfavorável na planta e, como resultado, o escurecimento das folhas, faz com que a escolha errada do local para a colocação de uma flor de interior. O local ideal para spathiphyllum é um parapeito de janela em cada lado da casa, exceto para o norte. A luz solar direta e a iluminação insuficiente afetam negativamente as qualidades decorativas do animal de estimação. É necessário protegê-lo das queimaduras solares e, no período outono-inverno, utilizar iluminação adicional com lâmpadas fluorescentes.

Número insuficiente de "tratamentos de água"

A folhagem recebe a quantidade necessária de umidade com pulverizações regulares e abundantes durante os meses quentes de verão, e especialmente em climas quentes. Com esses banhos semanais, a flor "felicidade feminina" parecerá saudável e atraente.

Causas do amarelecimento das folhas de spathiphyllum

As folhas amarelas do spathiphyllum aparecem não apenas devido a algum tipo de doença, mas a planta, dessa forma, pode dedicar todas as suas forças para se preparar para a floração ou se recuperar depois dela. As mesmas mudanças ocorrem com a flor velha, que não tem mais força suficiente devido à idade.

É necessário descobrir quais folhas ficam amarelas na flor - velhas na base ou jovens, apenas brotos emergentes. Não há nada com que se preocupar quando as folhas velhas ficarem amarelas. Assim a flor se livra de partes não viáveis ​​para direcionar toda sua força para o rejuvenescimento e o surgimento de novas folhas. Quando aparece um tom amarelado em brotos jovens, muito provavelmente, você precisa prestar atenção à iluminação. As folhas podem mudar de cor quando expostas à luz solar direta. As queimaduras solares são muito perigosas para esta planta de casa. Vale a pena mover o spathiphyllum para outra sala ou reorganizá-lo para outro local.

Se mudanças negativas aparecerem na aparência de seu animal de estimação, você não deve entrar em pânico. Se descobrir a tempo o motivo do murchamento e secagem da planta ou de suas partes, então a flor pode ser salva e dar-lhe uma segunda vida para que continue a se deliciar com sua floração exótica.

Spathiphyllum: problemas e soluções. Como fazer Spathiphyllum florescer


O escurecimento da folhagem é o processo de aparecimento de manchas pretas ou marrons em sua superfície. Posteriormente, eles se deformam e secam. Inicialmente, a lâmina foliar pode ficar amarela. Então adquire uma tonalidade escura, escurece, morre.

Spathiphyllum é uma bela planta ornamental

A folha pode ser coberta com manchas escuras de maneira uniforme ou aleatória. Se você não agir a tempo e começar a tratar o arbusto, as folhas escurecem completamente e morrem. Além disso, logo no início desse processo, toda a decoratividade da "felicidade feminina" se perde.

Se as folhas de spathiphyllum ficarem pretas, isso indica uma violação das regras de cuidado com a cultura. Exteriormente, este sintoma pode parecer diferente:

  • As pontas das folhas do spathiphyllum secam e escurecem. Isso cria uma grande área marrom ao redor das bordas. Depois de algum tempo, esses fragmentos secam e tornam-se mais frágeis. As folhas afetadas morrem e se desintegram. Se não caírem, o arbusto fica menos decorativo. Neste caso, estamos falando de escuridão seca.
  • Há também um escurecimento lento ou lacrimejante. Ao mesmo tempo, as folhas pretas adquirem uma consistência úmida e tornam-se mais macias e escorregadias. Eles estão perdendo sua densidade. Este fenômeno freqüentemente se torna muito difundido e generalizado. Esporos, mofo, fungos são freqüentemente formados na área afetada.

Deve-se ter em mente que as pontas das folhas ou todo o prato podem escurecer na planta. Além disso, as raízes e flores da planta às vezes adquirem a cor preta. Dependendo do fator de provocação, os fragmentos afetados crescem rapidamente.

Com cuidado impróprio, as folhas de spathiphyllum ficam pretas


Características da planta

As alterações adversas que estão associadas ao desenvolvimento do espatifilo e seu aparecimento estão frequentemente associadas às condições de seu cultivo. O aparecimento de uma flor tropical é um indicador de seu estado, que serve como uma espécie de "sinal" em caso de cuidados inadequados.

A questão de por que as folhas do spathiphyllum ficam pretas (às vezes secas) é bastante relevante, uma vez que são vários os motivos para o surgimento desse tipo de doença. Se os sinais forem identificados a tempo e medidas forem tomadas, criando as condições de crescimento mais confortáveis, a flor pode ser salva até da morte.

Inicialmente, para prevenir situações adversas, é necessário conhecer as características do espatifilo. Por exemplo, sua origem tropical sugere que ele precisa de umidade ideal em casa. Um representante da flora, lembrando inflorescências de calla, vai se sentir bem em casa, onde a umidade do ar é mantida em 60-70%.

Isso se deve ao fato de que as raízes das plantas tropicais são bastante tenras e tendem a apodrecer com o excesso de umidade. Portanto, como a maioria dos representantes exóticos da flora, ele precisa de uma abordagem especial para manter uma aparência atraente.


As razões

A origem exótica do spathiphyllum causa sua sensibilidade aumentada às mudanças no ambiente usual e às violações das regras de cuidado. Dentre os principais motivos que podem causar ressecamento das bordas e pontas das folhas, os produtores observam:

  • iluminação inadequada
  • umidade inadequada
  • violações de temperatura
  • irregularidades de irrigação
  • violação do regime alimentar
  • panela inadequada
  • substrato inadequado
  • doenças e atividades de pragas.

Iluminação

Em seu habitat natural, os spathiphyllums crescem em florestas úmidas, onde a luz difusa reina em abundância. Em casa, você pode suprir a necessidade de iluminação da flor colocando o vaso no parapeito da janela na parte sul, leste ou oeste da casa... É muito importante que a planta receba luz suficiente, mas deve ser protegida da luz solar direta. A luz solar direta é prejudicial para as delicadas folhas de spathiphyllum, portanto, a planta deve ser protegida do sol forte.

Caso contrário, formam-se queimaduras na superfície das folhas, provocando maior ressecamento e murchamento das placas foliares.

Umidade

Como representante da flora tropical, o spathiphyllum é muito doloroso para tolerar a falta de umidade no ar. Seu habitat natural são matagais ao longo das margens de rios e riachos, onde a umidade elevada é constantemente observada.

O ar seco desidrata e esgota a suculenta folhagem deste exótico, fazendo com que a planta fique amarela e seca. É por esta razão que os espatifilos tornam-se muito vulneráveis ​​durante a estação de aquecimento. Para evitar que as folhas sequem devido ao ar seco, os floricultores recomendam não negligencie a pulverização regular de plantas exóticas em climas quentes, bem como durante a estação de aquecimento.

Regime de temperatura

Os espatifilos são representantes termofílicos da flora tropical, reagindo dolorosamente às quedas e quedas de temperatura. As plantas podem se desenvolver totalmente a uma temperatura constante de cerca de 23 °. Alguns floristas novatos costumam cometer um grande erro ao colocar essas plantas exóticas perto de aparelhos de aquecimento. Em condições muito quentes, geralmente acompanhadas de ar seco, as plantas começam a doer e sua folhagem fica amarela e seca.

Para evitar que isso aconteça, é necessário manter uma temperatura estável no ambiente onde crescem os espatífilos, evitando colocá-los junto a radiadores. Uma condição muito importante é a proteção das plantas contra correntes de ar. O ar frio causa forte estresse em exóticos suaves, o que, por sua vez, leva a uma diminuição da imunidade.

Como resultado, a planta pode não apenas começar a secar e doer, mas até morrer.

Rega

Os espatifilos exóticos são muito exigentes em termos de umidade, sem a qual secam rapidamente e ficam amarelos. No verão, as plantas devem ser regadas com freqüência e em abundância, evitando-se a estagnação da água no vaso. No inverno, é aconselhável limitar as regas, certificando-se de que o suporte está sempre moderadamente húmido. A secagem de um coma de barro em um vaso não é menos prejudicial para as plantas do que o alagamento do solo.

O Spathiphyllum deve ser regado com água morna suave e estável. A irrigação com água fria é um forte fator de estresse para as plantas e seu sistema radicular. Como resultado da hipotermia, os exóticos podem adoecer, secar e até mesmo perder suas folhas.

Top curativo

Ao cultivar espatífilos, é muito importante observar o regime alimentar correto. A deficiência de nutrientes no substrato, assim como o seu excesso, são percebidos negativamente pelas plantas. Em ambos os casos, em plantas exóticas delicadas, as folhas podem começar a secar, as pontas podem ficar pretas ou amarelas.

Para evitar problemas associados à alimentação inadequada, é aconselhável usar fertilizantes complexos para plantas com flores decorativas ou fertilizantes projetados especificamente para espatifilos. É necessário aplicar o curativo de cobertura estritamente de acordo com o esquema recomendado.

Panela

Muitas vezes, a causa dos problemas no spathiphyllum é o tamanho inadequado do pote. Em um recipiente bem apertado, as raízes se entrelaçam, apertando-se fortemente. Como consequência da disfunção do sistema radicular, a parte aérea da planta não recebe a quantidade normal de umidade e nutrientes, o que leva ao murchamento e ressecamento das folhas.

No entanto, uma panela muito espaçosa pode causar problemas. Neste caso, as raízes da planta não conseguem dominar totalmente todo o espaço do recipiente, o que faz com que o solo comece a inundar. Isso leva ao desenvolvimento de doenças do sistema radicular e, como consequência, ao murchamento do tenro exótico.

Substrato

Para spathiphyllum, a composição e a qualidade do substrato são muito importantes. Essas plantas sensíveis preferem solos soltos, levemente ácidos, ricos em micro e macroelementos. Além disso, o substrato deve ser permeável à umidade e ao ar, proporcionando acesso de água e oxigênio às raízes. Para o cultivo de espatifilos, é recomendado o uso de uma mistura:

  • 2 pedaços de grama
  • 1 parte de húmus decíduo
  • 1 parte de turfa
  • 1 parte de areia.

É aconselhável adicionar carvão à mistura de solo, o que aumentará as propriedades antibacterianas do substrato. Antes de colocar o substrato no fundo do vaso, certifique-se de preencher uma camada de drenagem.

Doenças e atividade de pragas

Se as folhas do spathiphyllum começaram a murchar e secar, mas nenhuma mudança foi feita nos cuidados e condições de detenção, isso pode indicar um dano ao sistema radicular.

No caso em que as raízes são atacadas por patógenos (fungos, bactérias) ou pragas de insetos, todos os processos biológicos nos tecidos das plantas são interrompidos. Como resultado, as raízes danificadas são incapazes de fornecer umidade e nutrientes totalmente à parte aérea. Isso, por sua vez, faz com que a folhagem seque e caia.


Por que as pontas das folhas ficam pretas em spathiphyllum

Problema de folha preta. O infortúnio onipresente e notório desta planta são as pontas secas e enegrecidas das folhas, estragando a aparência até mesmo da planta mais luxuosa.

Os motivos que podem levar o espatifilo a um estado deplorável são os cuidados inadequados:

Secura do ar ambiente

A principal regra para cuidar do spathiphyllum é a alta umidade ambiental. Você pode ajudar seu animal de estimação borrifando constantemente as folhas - frequentemente no verão, mais raramente no inverno. É preciso lembrar que é impossível borrifar a inflorescência - quando a umidade entra, a espiga começa a ficar marrom e apodrecer. A pulverização pode ser substituída por um pote instalado em uma panela com água ou por um pote de claydite umedecido, um umidificador de ar, fontes decorativas ou simplesmente recipientes com água colocados no parapeito da janela nas proximidades da planta.

Posição incorreta da flor

O local para o espatifilo deve ser claro, mas protegido da luz solar direta. No verão, a sombra parcial também é possível, no inverno é necessário fornecer um peitoril da janela quente na base do vaso.

"Overdose" ou falta de nutrientes

Para as pontas das folhas bonitas e saudáveis ​​e toda a sua superfície, uma floração abundante e duradoura, o spathiphyllum precisa de alimentação com verbasco ou fertilização mineral completa durante o período de crescimento ativo - na primavera e no verão. No entanto, o excesso de nutrientes também pode causar a síndrome da ponta preta.

No outro extremo, a falta de fósforo ou nitrogênio também pode levar ao escurecimento das pontas das folhas. Basta escolher os fertilizantes corretos e ajustar a frequência e o porcionamento da fertilização, para que a planta volte gradativamente à forma de floração anterior.

Banal "baía"

A "felicidade feminina" que ama a umidade deve ser regada regularmente: abundantemente no verão e moderadamente no inverno. Recomenda-se dar à planta um banho quente de vez em quando. Mas com rega excessivamente diligente, o rizoma começa a apodrecer, sinalizando isso ativamente com a ponta preta de cada folha. Para resolver esse problema, basta normalizar o abastecimento de água do espatifilo.

Pragas

O ressecamento das pontas das folhas também pode indicar o aparecimento de visitantes indesejados, bastante raros neste tipo de planta, mas que podem visitá-la periodicamente: pulgões, tripes, ácaros. É urgente agir: lavar a planta com água morna e sabão e tratar com inseticidas adequados.

Quando surge o problema das "pontas pretas", basta calcular corretamente a causa e eliminá-la, e o spathiphyllum renasce com novas cores e sorri para as pessoas ao seu redor.

"Felicidade das mulheres" - ao que parece, é apenas uma flor extremamente despretensiosa e modesta, que, no entanto, dá uma vegetação bela, brilhante e densa em qualquer época do ano e uma floração longa e espetacular.

Também sugiro assistir a um vídeo sobre como cuidar do spathiphyllum.

Ouça a sua felicidade na música da neve ... Feliz Ano Novo, meus queridos leitores! Spathiphyllum. Flor felicidade feminina Spathiphyllum. Como cuidar de uma flor feminina felicidade em casa Como transplantar espatifilo em casa. Transplante de flores - felicidade feminina Como escolher um solo para spathiphyllum Por que as folhas de spathiphyllum ficam amarelas

Problemas no cultivo de spathiphyllum

Embora esta seja uma planta relativamente despretensiosa, é importante seguir os requisitos de cuidados e saber quais sinais indicam processos destrutivos. Portanto, vale a pena descobrir não apenas por que as pontas das folhas ficam pretas no spathiphyllum, mas também outros sinais de murcha ou doenças.

Gostaríamos de notar que na flor da felicidade feminina, as folhas escurecem com o ar quente e seco. É importante não apenas garantir a pulverização, mas também neutralizar os fatores destrutivos, que muitas vezes são baterias ou radiadores.

Se a planta estiver no parapeito de uma janela e houver uma bateria embaixo dela, é melhor cobri-la para que as correntes de ar quente e seco não queimem a flor. Caso contrário, as folhas do spathiphyllum escurecem e ficam secas. Você também pode instalar um umidificador estacionário ou colocar um vaso de plantas em um recipiente com pedras úmidas.

Além do fato de que as folhas escurecem nas bordas do spathiphyllum, o escurecimento pode se parecer com pequenas manchas no centro das folhas. Às vezes, manchas marrons ou marrons são formadas lá. O motivo é o transbordamento constante, a falta de drenagem, a estagnação prolongada da umidade nas raízes.

Se uma flor da felicidade das mulheres se torna folhas pretas não nas pontas, mas no centro, você precisa saber o que fazer. Nesse caso, é preciso retirar a flor do solo, reorganizar o rizoma. Depois que a cultura é plantada em solo limpo e solto e um novo vaso. Além disso, é importante estabelecer a irrigação.

Às vezes, manchas acastanhadas ou amareladas aparecem na coroa, que aumentam. Isso acontece quando se rega a flor descrita com água muito fria. Além disso, se você umedecer a planta à noite, e à noite houver uma queda significativa na temperatura, as raízes podem ser resfriadas demais. Isso é chamado de queimadura de frio.

Para que isso não aconteça novamente, recomendamos que se certifique de que a temperatura seja adequada para a planta, ela não resiste a uma corrente de ar. É melhor absorver a umidade apenas em temperatura ambiente e em pé. Molhar ou pulverizar à noite não é recomendado.

Se problemas com a coroa da flor descrita são provocados por curativos inadequados, um sinal será a rapidez das manifestações. Após a fertilização, a mancha ou murcha pode aparecer no dia seguinte. Nesse caso, recomendamos enxaguar as raízes em água limpa e não fria, replantando a flor.

Outro problema comum é o amarelecimento das folhas. Isso geralmente acontece por causa de queimaduras solares. Portanto, essa cultura precisa ser protegida na estação quente. Você pode usar papel comum, que deve ser fixado ao vidro.

O amarelecimento das folhas pode indicar falta de nutrientes. Se as veias permanecerem esverdeadas, a causa é clorose. Se a folha estiver completamente amarela, é importante incluir potássio, boro e outros elementos na dieta da planta.

Se a folhagem murchar, a flor pode estar sem umidade. Se regar não ajudar, é possível que algumas áreas do solo tenham formado uma protuberância, devido à qual as raízes não podem ser saturadas de umidade. O que fazer? Enxágue as raízes até que estejam completamente livres de terra e transplante a flor.

O crescimento lento de spathiphyllum pode ser observado ao plantar em um recipiente muito grande.


Por que as pontas das folhas escurecem no spathiphyllum e crescem mal?

Resposta: Spathiphyllium floresce quando as raízes ocupam todo o vaso. Ou seja, ele adora potes justos e baixos. E mais uma opinião: "Acabei de ler: para conseguir uma floração abundante, o spathiphyllum deve ser mantido no frio por 2 semanas a uma temperatura de + 9 * + 12 * C. (Elenium)"

4. No meu spathiphyllum, as folhas ficam pretas e secas nas bordas, depois morrem completamente, às vezes folhas novas que ainda não foram desenroladas e secas.

Resposta: Ou você enche a planta, ou não adiciona ar seco, ou ela não tem nitrogênio ou fósforo suficiente. Neste último caso, alimente-o com fertilizante de nitrogênio-potássio-fósforo. Foram as pontas que escureceram, não secaram.

5. Spathiphyllum "Domino", passadas 2 semanas as pontas das folhas começaram a secar, uma folha amarelou, agora o "cobertor" que ainda não floresceu seca. Fica em uma sala quente, a luz é moderada, eu rego e pulverizo regularmente. Diga-me o que fazer para que a flor não desapareça?

Resposta: Se administrado no inverno, eles podem congelá-lo. Se você foi presenteado com uma flor holandesa, você teve que transplantar imediatamente (mudar a terra). Sacuda o substrato de suporte tanto quanto possível e em "nossa" terra.

6. Como regar o spathiphyllum?

Resposta: Spathiphyllum deve ser regado apenas quando o solo secar bem, mesmo que as folhas murchem um pouco, está tudo bem. E se você regar abundantemente, e até mesmo mantê-lo em um parapeito de janela frio, então todos os problemas estão garantidos devido a problemas com o sistema radicular.

Resposta: o crescimento deficiente pode ser causado por luz excessiva e transbordamento.

Spathiphyllum deve ser regado apenas quando o solo secar completamente. Transplante melhor em um vaso largo e baixo - ele cresce "em largura". À custa da iluminação - as opiniões divergem - em alguns ela cresce bem na luz, em outros na sombra. Mas definitivamente - não sob o sol direto.

8. Nas folhas do espatifilo (cerca de 60 cm de altura), apareceram manchas marrons, principalmente nas bordas.

Resposta: E esses danos são na maioria das vezes uma reação a um transplante, ou rega muito frequente ou abundante - você não precisa manter o solo constantemente molhado, você só pode controlar a camada superior e se estiver sempre molhada - há um pântano eterno nas raízes abaixo - apodrecem e apodrecem, há manchas nas folhas, ou nesse clima - despejaram água fria e generosamente - as raízes ficaram frias e ruins, as folhas também ficaram marrons com isso. Em geral, entre regar, deixe o terço / quarto superior da panela secar completamente e regar apenas com água morna - adicione água fervente (isso se aplica a quase todas as plantas, a única exceção que conheço é a azaléia). Se a terra na panela estiver úmida e fria agora, solte-a e transfira-a para o local mais quente para que seque mais rápido.

9. As folhas de Spathiphyllum secas apesar da pulverização frequente.

Resposta: só as pontas das folhas secam com o ar MUITO seco e depois um pouco, borrifar nesses casos não adianta muito - é preciso aumentar a umidade em todo o ambiente, e de forma contínua borrifar uma ou duas vezes um dia não vai ajudar. E a necessidade de spatsiphyllum em alta umidade é um tanto exagerada - não é tão delicada.

Como regra, o spathiphyllum tem bordas de folhas marrons, folhas enrugadas ou torcidas - secando do solo, muito seco ou ar frio.

Amarelecimento das bordas das folhas - ao regar com água clorada dura, falta de luz.

As pontas das folhas são marrons com uma faixa amarela - com rega excessiva.

Pontas das folhas secas e marrons devido ao ar seco. O motivo também pode ser a falta de nutrientes no solo ou o excesso deles. Lembre-se de quando você transplantou a planta e em que terreno.

Provavelmente, você tem onde sopra ar frio ou há erros com a rega. Tente adicionar um solo universal, reorganize-o em condições mais confortáveis, alimente e a flor irá deliciá-lo.

O que é mais perigoso para spathiphyllum.

Secagem excessiva do coma de terra, devido ao qual as folhas se tornam letárgicas e caídas.
Correntes de ar de um ar condicionado ou aquecedor, também fazendo com que as folhas caiam.
Baixa umidade do ar, devido à qual as pontas das folhas ressecam e podem cair.
A temperatura do ar está abaixo de 16 graus, interrompendo o crescimento e desenvolvimento normal da planta.
Luz solar direta, causando queimaduras nas folhas e descoloração.


O que fazer para evitar que as folhas fiquem pretas

Medidas preventivas para evitar mudanças na pigmentação da folha:

  1. regar no verão após a camada superior do solo secar até 3 cm de profundidade, no inverno - uma vez a cada 7-10 dias
  2. pulverização a uma temperatura do ar de + 25 ° С - 2 vezes por semana, a uma temperatura do ar de + 16 ° С - é melhor recusar a pulverização em favor de limpar a folhagem com um cotonete úmido
  3. com o horário de verão de fertilização, aplique orgânicos na raiz e complexos minerais por pulverização
  4. realização de pulverização preventiva com "Fundazol" uma vez a cada 3 meses, transplante de planta em tempo hábil.

Algumas dicas úteis para o cultivo de spathiphyllum:

  1. Ao escolher um local para a planta, evite correntes de ar. Para aumentar a durabilidade da flor, transfira-a para uma varanda ou jardim por um período de calor.
  2. Não mude a localização da planta com muita frequência, especialmente durante o período de floração.
  3. Ao comprar spathiphyllum na loja, dê preferência às variedades híbridas - elas florescem o ano todo.
  4. Se você tem um aquário com peixes em casa, pode usar periodicamente o líquido residual para regar a planta, previamente filtrado com gaze.
  5. Quando aparecer uma camada esbranquiçada na superfície do solo, adicione 3 gotas de suco de limão ou ácido oxálico à água para irrigação.

Em geral, se o spathiphyllum interno começar a desbotar, as folhas secarem, as pontas ficarem escuras ou amareladas, não entre em pânico. Basta identificar o motivo pelo qual isso está acontecendo a tempo e entender o que fazer a seguir para evitar consequências adversas.

Mas ainda assim, o principal é organizar inicialmente o cuidado correto com a flor, seguindo não só as regras da tecnologia agrícola, mas também levando em consideração as peculiaridades de um habitante tropical em casa.


Assista o vídeo: Como cuidar do Lirio da Paz


Artigo Anterior

Meu jardim: um paraíso para peixes e flora

Próximo Artigo

Nematóide do nó da raiz em beterrabas: como tratar o nematoide do nó da raiz em beterrabas