Como cuidar: reprodução, rega, transplante, doenças, pulverização, solo


Plantas de Casa

Um tempo Dracaena em nosso país era considerada não só exótica, mas também uma planta muito na moda. Era prestigioso ter esta árvore em casa ou no escritório. Dracaena foi considerada um presente maravilhoso para um aniversário ou outro feriado. Lembro-me de uma vez que dei Dracena aos meus amigos para um casamento, e meu presente foi muito apreciado tanto pelos noivos quanto pelos outros convidados. A Dracaena se tornou uma das preferidas dos floricultores por vários motivos, mas o principal deles é a capacidade da planta de se adaptar a todas as condições.

Dracaena não é uma palmeira

Provavelmente uma das razões para a popularidade de Dracena foi sua aparência incomum. No final dos anos 90 e no início dos anos 2000, havia uma grande demanda por produtos exóticos, e o Dracena foi comprado para cultivar em casa. Além disso, a maior demanda era por exemplares muito grandes, que serviam para decorar o interior.

Na linguagem comum, esta planta é chamada de árvore do dragão ou palmeira de interior. Mas, na verdade, esta planta não tem nada a ver com palmeiras, mas vem da família Agavaceae. Mais frequente O dragão Dracaena é cultivado em casa (Dracaena Draco), Dracaena com fronteira (Dracaena marginata), Fragrante dracaena (Dracaena fragrans) e algumas outras espécies desta planta. Todos eles diferem na forma e na cor das folhas.

Dracaena com folhas pontiagudas, longas e estreitas, que estão conectadas em um cacho levemente desgrenhado, parecem especialmente impressionantes. Essas plantas têm um belo tronco semelhante a uma árvore. Às vezes, Dracaena tem a forma de um bonsai.

A pátria de Dracen são as florestas tropicais da América do Sul e África. Essas plantas prosperam em regiões quentes da Austrália, Nova Zelândia, Índia e Espanha. E quando você for cultivar Dracena, tente antes de tudo criar condições familiares para ela.

Cuidado dracaena em casa

Iluminação

Como qualquer planta tropical, Dracaena não apenas adora luz, mas requer muita luz. Mas a luz solar direta é prejudicial a ela, pois na natureza ela não cresce na parte superior, mas no meio, na camada semi-sombreada da floresta tropical. A janela do leste ou um lugar na sala a alguma distância da janela do sul é perfeito para o Dracene.

Se você decidir começar a Dracena com folhas variegadas, lembre-se de que ela precisa de mais luz difusa do que seu parente com folhas simples. E no inverno, todos os Draceni precisam de iluminação adicional.

Temperatura

Dracaena adora calor, mas não calor. No verão, ela se sente confortável com uma temperatura de 20-25 ° C, embora por um curto período de tempo ela possa tolerar temperaturas mais altas. Mas no inverno, a sala não deve ser mais fria do que 15 ° C.

No verão, pode ser retirado na varanda ou terraço aberto, mas para que a Dracaena não adoeça, procure arrumá-lo em local protegido das correntes de ar.

Regando dracaena

Mas você precisa regar Dracena sem poupar água. Esta flor gosta muito de umidade, mas a rega ainda deve ser razoável: se você vir que o solo no vaso está "florescendo", e a água está claramente estagnada nas raízes, então é necessário reduzir o número de irrigações ou a quantidade de água, caso contrário, a flor desaparecerá. No inverno, você precisa regar Dracena com água morna e com muito menos frequência do que no verão.

Pulverização

Para todos os Dracen, não apenas o solo úmido no pote é importante, mas também o ar úmido. Então, borrifar é o procedimento favorito de Dracena, e apenas os menos exigentes Dracaena Dragon e Dracaena Godsef toleram bem o ar seco.

As espécies de Dracaena que gostam de umidade podem, de tempos em tempos, providenciar um banho quente ou lavar as folhas da poeira com uma flanela macia ou esponja.

Se o ar na sala para Dracena estiver muito seco, você entenderá isso imediatamente pelo fato de que as pontas de suas folhas começaram a secar ou ficar amarelas, e às vezes manchas marrons aparecem nas folhas devido à secura, e isso é um sinal para você pulverizar com mais frequência.

Solo dracaena

O que Dracaena é indiferente é o solo. Ele vai crescer em quase qualquer mistura de solo. Mas ainda assim, você não deve experimentar, e é melhor plantar Dracena em solo desta composição: grama, terra folhosa, turfa e areia. O principal requisito é que o terreno seja solto e permeável. E não se esqueça da espessa camada de drenagem no fundo da panela.

Top curativo

É recomendado alimentar o Dracena uma vez a cada 2 semanas, ou mesmo uma vez por mês. É melhor usar fertilizantes líquidos minerais complexos, que devem ser aplicados de abril a agosto.

Reprodução e transplante

A reprodução da Dracaena geralmente é combinada com o procedimento de transplante, sendo recomendado o transplante a cada três anos. Se Dracaena for adulta - uma vez a cada 4-5 anos. Apenas plantas jovens são transplantadas uma vez por ano.

Ao transplantar, você terá brotos desnecessários, eles podem ser germinados e enraizados. O topo da Dracaena é melhor enraizado. Quando a árvore cresceu tanto que as folhas inferiores caíram completamente, ela pode ser rejuvenescida. Para fazer isso, você precisa cortar e enraizar o topo.

Dracaena também se propaga por estacas e camadas de ar. Para o enraizamento, a mistura de solo deve ser mais macia do que para uma planta adulta, e essa suavidade é obtida adicionando musgo ao solo.

Doenças

Dracaena não fica doente com frequência, mas justamente aquelas doenças que o ar seco leva. Por causa disso, um ácaro-aranha pode começar, assim como tripes ou, pior ainda, um inseto cochonilha. Portanto, certifique-se de que a umidade do ar seja suficiente.

O ácaro pode ser tratado tratando a planta com água e sabão. Já com a cochonilha ou tripes, você terá que lutar com a ajuda de inseticidas, por exemplo, Fitoverma, Decis ou Inovir.

Aqui estão todos os segredos do cultivo de Dracaena em casa: as regras do cuidado são simples e não exigem muito esforço de sua parte.

Literatura

  1. Informações sobre plantas de interior

Seções: Plantas de casa Plantas de casa Plantas tolerantes à sombra para D


Ficus: cuidado e reprodução

As plantas de interior são sempre bonitas e úteis. Não é nenhum segredo que as flores exalam o ar de que as pessoas tanto precisam para a vida. Mas você não pode simplesmente comprar uma planta de casa. Para fazer isso, você precisa saber se o seu quarto se encaixa na flor. Vale atentar para a iluminação, ventilação e o tamanho da sala onde ficará a planta. Se você não pode escolher uma planta de casa que se encaixe perfeitamente, então dê uma olhada nessas flores que se adaptam a absolutamente todos. Este tipo inclui ficus. Esta flor é despretensiosa e vai diluir perfeitamente a decoração da sala. Agora você precisa aprender a cuidar da ficus em casa.

Contente

Existem muitos tipos de ficus, entre eles estão:

    Bengalsky, Benjamin e Binnendijka.

Ginseng, Montana e Deltoid.

Dracaena, Karika e Lyrovidny.

Melanie, Parcel e Ivy.

Rastejante, Pumila Branco e Variegado.


Retusa, Rubiginoza e Sacred.

Triangularis, anão e elástico.

Para que a ficus se sinta confortável e sempre saudável, é preciso prestar atenção aos pontos abaixo.

O solo

Como mencionado anteriormente, ficus é despretensioso. Por isso é adequado para ele uma cartilha universal, que pode ser adquirida em qualquer loja especializada. Você também pode fazer o solo para a flor.

  • 2 pedaços de terreno
  • 1 parte de areia
  • 1 parte de turfa.

Capacidade de pouso

Você precisa escolher vasos para ficus dependendo do tipo de flor. Para plantas jovens, você também pode comprar pequenos recipientes de plástico, para flores mais velhas - maiores e mais estáveis, o que significa que são feitas de materiais pesados, por exemplo, cerâmica.

Graças ao tamanho do pote, o crescimento da ficus pode ser controlado.

Temperatura

Essas plantas não gostam de geadas. A temperatura ao redor da ficus não deve cair abaixo de 10 graus.

  • no inverno (+16 - +20)
  • no verão (+25 - +30)
  • descanso de inverno (+6 - +12).

Mudanças repentinas prejudicarão a planta.

Umidade do ar

No inverno, quando a sala é aquecida, e no verão, a ficus deve ser borrifada para aumentar a umidade.

Iluminação

Um lugar claro sem luz solar direta. Se a planta não tiver luz suficiente, a ficus perderá suas folhas, atraindo a atenção do proprietário.

Para melhor desenvolvimento da planta, lâmpadas adicionais são usadas no inverno.

Rega

Lembre-se da regra de ouro: o enchimento insuficiente é melhor do que o enchimento excessivo. Dependendo de vários fatores externos, a ficus não é regada dentro do prazo. Somente quando o solo secar (certifique-se de não secar) é necessário regá-lo. A água é escoada do palete após meia hora. No verão, esse procedimento deve ser realizado com mais frequência, no inverno - com menos frequência.

Top curativo

Em cada floricultura, você pode comprar alimentos para esta planta.

Ficus é muito comum, então há muitos fertilizantes à venda.

Tudo o que você precisa saber (quando, quanto e com que freqüência) deve estar indicado na embalagem.

Siga as instruções, pois diferentes tipos de fertilizantes são usados ​​de maneiras diferentes.


Variedades

Lindas cores obtidas por seleção

Os botânicos contaram cerca de 90 espécies de hippeastrum in vivo. Essa diversidade de espécies possibilitou o trabalho ativo dos criadores. Hoje, o número de variedades de plantas se aproxima de duas mil.

As variedades mais populares e bonitas:

  • "Lady Jane"
  • "Regina"
  • Hippeastrum Leopold
  • Papagaio Hippeastrum
  • Malha Hippeastrum

Para o cultivo doméstico, o tipo de híbrido Hippeastrum ou jardim (Hippeastrum hybrida) é mais adequado. Com base nela, muitas variedades atraentes foram criadas.


Variedades

Existem várias variedades de hamedorea que são cultivadas em casa. Eles são muito semelhantes em métodos de cultivo e cuidados, no entanto, eles têm algumas diferenças na aparência e pequenas características de crescimento e desenvolvimento.

Considere as variedades mais populares de hamedorea caseiro:

Hamedorea graciosa

  • É o mais popular no espaço pós-soviético, pois aqui apareceu um dos primeiros. Esta é uma planta relativamente pequena com um crescimento máximo de no máximo um metro e meio.
  • Possui folhas frondosas, sendo uma característica sua a capacidade de se dobrar. Esses arcos de folhas podem ter de 50 a 100 cm de comprimento.
  • Eles se ajustam firmemente aos troncos, cujo número é pequeno.
  • A planta não pode se orgulhar de uma bela floração. As inflorescências são panículas peculiares, nas extremidades das quais estão flores esféricas amarelas.
  • Às vezes, sua tonalidade pode atingir o verde-amarelo e as pétalas são aveludadas.
  • Como observado anteriormente, é recomendável livrar-se dos pedúnculos para que a planta não desperdice recursos com flores essencialmente inúteis, mas os use para crescer e aumentar o número de brotos.

Hamedorea alta

  • Esta variedade faz jus ao seu nome.
  • Com os devidos cuidados, a chamedorea de altura pode crescer de 3 a 5,5 m.
  • Ao crescer, a planta perde as folhas e elas, deixando marcas no tronco, tornam o tronco muito parecido com o do bambu.
  • Na verdade, essa variedade é um caule longo com 5 a 7 folhas grandes crescendo no topo.
  • A floração, assim como a da graciosa hamedorea, é discreta, mas a cor é um pouco diferente - em vez de amarelo, é laranja.

Hamedorea metálico e Hamedorea Ernest-agosto

  • Variedades semelhantes, raras o suficiente para nosso mercado de safras tropicais. Têm folhas largas, cujos segmentos não são divididos. A cor das folhas é verde escuro, tem brilho metálico.
  • Esta aparência torna as plantas muito decorativas e atraentes para potenciais hospedeiros.
  • Tem uma série de características, por exemplo, baixas taxas de crescimento - não mais do que 1-2 folhas por ano.
  • Mas o sistema radicular se desenvolve surpreendentemente rápido, a planta precisa de um transplante a cada 2 anos.
  • Pode crescer mesmo em solos pesados ​​dominados por argila.
  • Ela floresce bem tarde - 4-5 anos após o transplante. Floresce quase da mesma forma que a variedade "graciosa", com a única diferença de que as flores são de cor amarela profunda, são ligeiramente maiores e estão mais densamente localizadas na inflorescência da panícula.

HAMEDOREA é uma palmeira despretensiosa e tolerante à sombra.

Características de compra e cuidado

Cultivar uma palmeira em casa é bastante fácil. Se você se propôs tal objetivo, então é melhor encontrar uma planta do que uma chamedorea caseira. O cuidado despretensioso e a bela aparência tornam-no indispensável para a criação de um lar tropical. A planta pouco exigente à luz torna possível utilizá-la em quase qualquer divisão e o seu pequeno tamanho permite organizar várias plantas nas combinações e combinações possíveis. Tentamos coletar informações úteis e interessantes sobre este tópico para você. Se você discordar dessas avaliações, deixe sua avaliação nos comentários com os motivos de sua escolha. Obrigado por sua participação. Sua opinião será útil para outros usuários.


Assista o vídeo: 5 DICAS que NUNCA ninguém te CONTOU sobre como cultivar MORANGO ORGÂNICO EM CASA


Artigo Anterior

Cold Hardy Swiss Chard - Pode crescer acelga no inverno

Próximo Artigo

Plantas de cobertura do solo de Lantana: dicas sobre como usar Lantana como cobertura do solo